Relatório mensal MEI: como se organizar para essa obrigação

relatório mensal mei

Relatório mensal MEI: como se organizar para essa obrigação

Se você é um microempreendedor individual, precisa saber como fazer o relatório mensal MEI. Afinal, essa é uma obrigação para esse tipo de empresa.

De fato, o MEI não é obrigado a ter um contador, no entanto, a contratação é recomendada para garantir que todas as atividades fiscais e contábeis sejam feitas.

Tem dúvidas sobre como fazer isso? Não se preocupe! O procedimento é bem simples e vamos explicar como realizar neste artigo. Prossiga com a leitura!

O que é o relatório mensal MEI?

O relatório mensal MEI é um documento que deve ser emitido todos os meses pelos microempreendedores individuais. Ele serve para que o pequeno empresário tenha controle sobre as suas receitas e despesas.

O prazo para o preenchimento desse relatório é sempre o dia 20 de cada mês, tendo como referência o mês anterior.

Como fazer o relatório mensal MEI?

O relatório mensal MEI é bem simples de ser feito. Ele pode ser realizado de forma manual, em um caderno ou livro de propriedade do microempresário. Caso prefira, também é possível fazer o controle de forma digital, usando programas como o Excel.

Veja, a seguir, um passo a passo!

Leia também: COMO SER UM EMPREENDEDOR DE SUCESSO?

1º passo: identificação

O primeiro passo para fazer relatório mensal MEI é identificar a empresa, com a razão social e o número do CNPJ. Também defina o período de apuração, ou seja, o mês a que se refere o relatório.

2º passo: preencha os lucros do MEI

Aqui é necessário preencher todos os lucros que o seu MEI teve no decorrer do mês. É interessante que haja uma separação das vendas feitas com e sem nota fiscal.

A vantagem de fazer o processo em uma tabela em programa de computador é que a soma é feita de forma automática. Dessa forma, você evita possíveis erros do processo manual.

É comum que algumas pessoas tenham o MEI para formalizar alguma atividade, parte da sua renda extra, como a revenda de produtos, por exemplo. Nesse caso, se em determinado mês não houver venda, preencha no relatório mensal MEI que a lucratividade com zero.

3º passo: liste as despesas do seu MEI

Após listados os lucros, é preciso fazer uma relação com as despesas do MEI, que incluem todos os gastos tidos com o negócio durante o período apurado.

Caso você trabalhe em casa, pode definir uma porcentagem dos seus gastos com internet, energia elétrica, aluguel e condomínio para incluir aqui.

Pronto! Você já tem em mãos o seu relatório mensal MEI. Vale lembrar que esse é um documento de uso pessoal de cada empresário, não sendo necessário enviá-lo para nenhum órgão fiscalizador.

O relatório serve, no entanto, para que no final do ano você consiga somar todos os seus lucros e faça a entrega da Declaração Anual, que deve ser feita pelo portal do empreendedor.

Viu como é simples fazer o relatório mensal MEI? Por isso, não deixe de preencher esse documento todos os meses e ter mais controle sobre o seu negócio.

Aproveite e leia agora o nosso artigo que fala sobre a planilha de fluxo de caixa. Ele traz informações bem importantes sobre esse instrumento para o seu negócio.

 

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.

Share This
WhatsApp Icone